FIM DE SEMANA EM BUENOS AIRES

Tivemos a deliciosa oportunidade de passar o último fim de semana em Buenos Aires com uma boa parte da família: éramos 7 adultos e 4 crianças.

Buenos Aires é lindo, Buenos Aires é pertinho, em Buenos Aires eles falam uma língua através da qual eu quase consigo me comunicar, em Buenos Aires anda-se a pé e, bem, não vou me prolongar na questão da comilança.

Eu não sou nenhuma expert em viagens, esse não é o grande foco do meu blog, mas gostaria de compartilhar erros e acertos na questão “viajando com filhos”, principalmente por tratar-se da primeira viagem internacional (de avião!!) deles.

Detalhes:

1) Embarcamos na sexta-feira às 8:30h da manhã (nem queiram calcular o horário que o meu despertador tocou…) e voltamos no domingo à noite. Acho que ainda estamos todos cansados e ressacados, mas pelo menos não tinha fuso horário!

Será que o Joaquim voltou muito cansado?

2) Já estive em Buenos Aires algumas vezes, portanto priorizei a primeira vez das crianças por lá. Todos os programas e passeios visavam os interesses deles. (E eram muitas opções para tão pouco tempo, uma pena!).

4) Entendi que não se trata de uma viagem com bebês e sim com crianças, portanto as preocupações são bem diferentes. É mais light e, ao mesmo tempo, não é. Um dado importante foi da decisão de não levar carrinho, coisa que eu não uso há séculos, mas ainda tenho guardado, justamente para uma ocasião como essa de aeroporto, passeios e longas caminhadas. Achamos que seria um trambolho a mais, então fizemos as crianças gastarem ao máximo as solas dos sapatinhos. Sucesso absoluto, sem reclamações, canseiras ou pedidos por colo. Mas acabamos percorrendo as distâncias maiores de táxi, o que era tranquilo e barato.

5) Ansiedade é uma coisa que rola nos genes da nossa família: Pedro teve febre uma semana antes da viagem, até a hora em que pisou no avião pela primeira vez.

ERROS E ACERTOS

Acertei: na visita à pediatra antes da viagem. Na verdade, agendei a consulta por conta da febre persistente do Pedro e da ausência de quaisquer outros sintomas. Achei prudente levá-lo para ser examinado e poder viajar tranquila. A grande ajuda foi que a pediatra me orientou direitinho sobre quais medicamentos levar. Fizemos uma listinha do que levar na mala de mão e do que despachar. Viajei calma e em paz, continuo com a farmacinha pronta e em ordem, já que não precisei nem de rinosoro. (Melhor assim!)

Errei: em fazer calendário com a contagem dos dias até a data da viagem. Tenho certeza de que isso “aguçou” a ansiedade das crianças, especialmente do meu febrildinho.

Acertei: em acompanhar, com uns 10 dias de antecedência, a previsão do tempo em Buenos Aires para o período em que estaríamos lá. A previsão era de temperaturas baixas e chuva para o fim de semana, o que fez com que eu levasse casacos, capas de chuva e galochas para a família toda. Ok, mega trambolho, mas é melhor se prevenir para essas situações, afinal criança de regata e sandália na chuva e no frio não é legal…

Fofos de galocha

Errou: a previsão de tempo. Só uma chuvinha e um friozico que não prejudicaram nada e nem ninguém no domingo.

Acertei: em levar uma mala grande para os meus 3 filhos e uma média para mim e para o Maridinho. Foi a conta certa!

Errei: em fazer mochilinhas cheias de surpresinhas (gibis, livrinhos de pintar, figurinhas, joguinhos e etc) para cada uma das crianças brincar e se distrair durante o vôo. Eles não deram a mínima, pois estavam muito mais entusiasmados com as novidades do avião e não colaboraram muito na hora de carregar as mochilas. Ou seja, sobrou pra gente!

Os malinhas ou as mochilinhas??

Acertei: ter e usar as mochilas cheias de surpresas nos raros momentos em que ficamos no hotel. Foi uma santa ajuda!

Errei: em carregar itens de higiene infantis que representam um peso extra, como shampoo, sabonete, condicionador e até hidratante. Na idade em que estão – 4 e 5 anos – não vejo problema em usar os produtos oferecidos pelo hotel.

Acertei: na escolha do hotel e do quarto. Pegamos uma quarto duplo, conjugado, em um hotel grande, de rede, com super infra-estrutura e muito bem localizado, o que proporcionou saídas à pé, passeios, almoço e jantar por perto.

Entre todas essas cositas, o saldo é mais do que positivo, até porque tivemos excelentes surpresas:

- visita ao Jardim Japonês (www.jardinjapones.org.ar): passeio rápido, ao ar livre, muito, muito legal e divertido! Os meus filhos curtiram bastante e dizem ter sido a parte preferida da viagem. Você precisa pagar para entrar e passeia por um jardim japonês super bonito e bem cuidado. Há um restaurante, uma exposição de bonsais, mas o legal mesmo foi comprar a ração específica e alimentar os peixes do jardim. São milhares de carpas enormes, há um grande lago e várias pontes para atravessar, super recomendo!

- visita ao Malba (Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires – www.malba.org.ar): museus são sempre lugares bacanas para levar as crianças, porém podem ser cansativos. O Malba não é tãããooo grande, mas pode cansar. Ainda assim, apostamos que seria interessante por conta das próprias instalações e modernices. A grande surpresa foi que o acervo permanente, que inclui o Abaporu da Tarsila do Amaral, estava fechado, pois estava tendo uma outra exposição: Beatriz Milhazes! Por um lado, foi uma pena, mas nós adoramos e as crianças também amaram, pois as obras são super coloridas, lúdicas, cheias de flores, círculos, valeu a pena!

Quem não pode ter uma tela, se contenta com o livro…

*****

Ah, e o maior acerto de todos: não experimentar sobremesas novas e insistir sempre nas panquecas de dulce de leche. Escolha infalível, altamente recomendável!!!

*****

(Não vá a Buenos Aires sem visitar o blog Buenos Aires para Niños e sem ler todas as dicas do guia “Buenos Aires com Crianças” da Fernanda Paraguassu.)

Dê sua opinião também » 6 já comentaram.


  • http://www.facebook.com/mariarita.correavieira Maria Rita Correa Vieira

    lindo o post. didático, mega bem escrito e atraente. essa é a minha filha! beijos da mãe coruja.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100002341465230 Roberta Colla

    Excelente post Cá!! Ótima a relação de “erros e acertos”. Beijos a todos!!

  • Carol Garcia

    ótimas dicas!
    depois me passa o nome do hotel????
    bjocas

  • Equipe Babycub

    Que legal!! Adorei as fotos =)

  • Selma

    Que máximo, boas dicas!!!

  • Mariangelabordin

    Camila, voce escreve muito bem ,os comentários sobre as crianças são deliciosos, es as crianças são adoráveis, bjs, Mariângela