O RETORNO DA ONÇA

Atualmente, as minhas maiores emoções são causadas pelos meus filhos. Uma novidade, uma habilidade conquistada, uma gracinha, um carinho, uma apresentação na escola, um desenho, tudo o que vem deles é capaz de me levar às lágrimas com a maior facilidade!

Outra coisa que me emociona com frequência e ver os meus filhos sendo agradados por outras pessoas. Sentir que eles são queridos pelos nossos amigos, pela família e a reciprocidade de sentimentos também é lindo de ver. Não sou uma mãe ciumenta, sabe? Gosto que gostem dos meus filhos e que eles gostem das pessoas, isso é um indício bacana da personalidade deles.

Mas, o mais surpreendente mesmo, é ver o carinho de pessoas “virtuais” pelas crianças. Gente que não conhece esse trio, mas já se apega, vira “tia virtual” e quer agradar pela simples e genuína vontade de agradar em troco de nada. É a mais verdadeira expressão do carinho pelo outro. Nos dias de hoje, coisa rara. Na internet, mais raro ainda.

Só que essa tal de blogosfera materna é a exceção da exceção.

Uma vez, eu comentei que o Pedro era alucinado por macacos e lá veio da Mari querida o DVD do George, o Curioso. Recentemente, falei da tristeza do Joaquim por perder a onça no mar e uma leitora tímida, a Dani, me mandou email, pois ela tinha a tal da onça que o filho nem dava bola e, pronto! Mandou a onça de presente para o Joaquim. Dá para acreditar numa coisa dessas?? Eu fico muito, muito emocionada com essas manifestações de carinho. Já agradeci tanto, que a Dani até me mandou parar… (Ah, se ela tivesse visto o tanto que eu chorei…).

Só para contar o desfecho do “causo da onça”, fui buscá-la no escritório do marido da Dani aqui em São Paulo bem no dia em que estávamos indo novamente para a praia, local em que, na última vez que havíamos ido, a onça resolveu se perder no mar.

Levei a onça bem escondida na minha mala, resisti à ansiedade de entregá-la antes de chegarmos na praia e, numa ida do Joaquim ao mar encher o baldinho de água, posicionei a onça na areia. No momento em que voltou, só faltou largar o balde no chão de tanta alegria! Ele só conseguia falar: “ a onça voltou, ela parou de nadar, a onça voltou, ela parou de nadar!”. Coisa linda de viver foi vê-lo mostrando para o Pedro e para a Manu a sua oncinha querida que resolveu parar de nadar e voltar. Os dois compartilharam tanto a alegria do Joaquim que só um belo Ray Ban para disfarçar a emoção da mãe.

O moleque passou o fim de semana grudado no brinquedo que retornou do mar, feliz que só vendo, ó:

(Dani, vou parar de te agradecer, mas agora está devidamente registrada a minha eterna gratidão!).

Dê sua opinião também » 15 já comentaram.


  • Dani

    Áh que fofo!!!!!!!!! A onça parou de nadar…. que fofo… guenta coração de mãe…..

    Que sejam sempre amados, amém! =)

    Beijos!

  • Paula Cerda

    AI fiquei emocionada com a historia. Segurando as lagrimas aqui no trabalho!! Que alegria e que bom que existem pessoas assim no meundo!

  • http://maedahora.blogspot.com/ Cynthia Preta

    É tão gostoso, quando sentimos que nossos filhos são queridos e bom tb contar com pessoas que fazem parte da nossa vida e a gente nem conhece pessoalmente, bjks

  • Maria Helena

    Para, que agora EU tô com lagrimas nos olhos… Que lindo!!!

  • Ana Federici

    Ai que lindinho, juro que chorei só de ler. Imagino você!! Uma delícia amar e ver nossos pequenos sendo amados por nós e por todos.

  • http://www.lookbebe.com.br Ana Luíza Martínez G. L. Masi

    Que lindoooooooo!!! Imagino o quanto se emocionou. Nossa !!
    Dani, que lindo! :-)

    Bjos!

  • Dani

    Camila!

    Eu tb me emocionei!

    Feliz é aquele que mais se alegra em alegrar!

    Já te disse o resto da bicharada está aqui a disposição do Joaquim! ;)

    Um beijo enorme

    Dani

  • Martha Marcondes

    E Viva a onça que voltou do fundo mar!!!
    Fiquei imaginando como deve ter sido duro para o Joaquim vivenciar a perda da onça, mas depois de uma mentirinha muitooo caridosa ela a reencontrou.Que alegria!!! 

  • anna reis

    que fofa a Dani, heim?  Adorei!

    como já dizia o profeta:  “gentileza gera gentileza”

  • Camila Bandeira

    Amei! E viva a gentileza e a bondade das pessoas!

  • http://sofia-educarcomcarinho.blogspot.com Sofia

    Me emocionei também. Existe gente boa neste mundo e com um simples gesto pode mudar tanto a alegria de outras.
    Muito gente boa a Dani :)

    beijão

  • MaedeDuas

    Que bom que a onça voltou! São com essas histórias que a gente acredita que coisas mágicas acontecem
    E, menina, que susto que vc me deu com o retorno dessa onça, hahaha!
    Beijos!

  • Renata Senlle

    Ownnnnnn que coisa mais linda alguém proporcionar um momento lindo como esse para uma criança!! Linda a moça que mandou, linda você de conter a ansiedade e transformar esse presente num momento tão mágico e ainda dividir com a gente aqui!
    Amei a história!

    bj
    Rê Senlle
    http://umavidamaisordinaria.blogspot.com

  • Sheila

    Ai q fofo! Tem como n se emocionar, gente?
    A gente se apega mesmo a esses pequenos!!!
    E nem tem nenhuma dificuldade nisso, afinal como resistir a essas fofuras mode on, hein? =)
    Eu tô aki p dizer q mesmo n te conhecendo tb tenho um carinho grandioso por suas crianças.
    Logo eu q qdo acompanho as historias, perolas, o desenvolvimento todo, acabo achando q faço parte de td isso tb,  mas enfim kkkk
    Grande beijo nos “sobrinhos”!
    Vcs sao mto queridos!!!!

    Sheila.

    http://mundodovictorhugo.wordpress.com/

  • Maria Thereza

    Que lindo!!!! =D
    Adorei, adorei, adorei!!!

    É mesmo inexplicável esse laço que há entre as mães blogueiras!